A transformação do entretenimento, jogos onlines: benefícios e malefícios.

Larissa Reis

Estamos vivendo na era da convergência midiática, onde as pessoas estão conectadas a todo o momento, por uma, duas ou talvez três telas ao mesmo tempo. Na era tecnológica, o mundo digital está cada vez mais integrado no nosso dia-a-dia. Os aparelhos eletrônicos e as multiplataformas digitais entram cada vez mais cedo na vida das crianças. Essa nova geração substitui desde a primeira infância os brinquedos tradicionais pelos Smartfones, tabletes e videogames.

Em meio a tantas escolhas de entretenimento, diversão e lazer que podemos encontrar na contemporaneidade, os jogos onlines se destacam, ganhando a preferencia da garotada. Os chamados games, ou jogos online, ganham espaço no mercado econômico e movimentam milhões a cada ano. O mercado conquistado pelos games também ajudou no crescimento de outros setores, como o da publicação de livros e revistas especializadas em jogos, os eventos e as competições que crescem a cada dia, assim como a venda de produtos personalizados como camisetas e objetos de decoração.

Já sabemos que os games aquecem cada vez mais a economia de nosso país e que a adesão a essa modalidade de entretenimento cresce a cada geração, mas afinal, existem benefícios e malefícios envolvendo essa categoria de diversão?

Estudos publicados por vários cientistas em todo o mundo mostram que a prática de se divertir por meio dos jogos onlines e games eletrônicos podem trazer a criança uma maior e melhor percepção da realidade, podendo assim, influenciar em sua personalidade e criatividade. Muito mais que apenas uma forma de diversão os jogos eletrônicos são considerados exercícios eficazes tanto para o corpo como para a mente, essa modalidade influencia diretamente na coordenação motora, raciocínio e visão.

Porém o uso excessivo de tal tecnologia pode ser prejudicial na vida social e escolar da garotada além de poder causar um distúrbio psicológico e também problemas de saúde como a LER que é uma doença causada por esforço repetitivo, que no caso dos jogos, atingem as mãos devido às horas ao teclado ou joystick. Os Jogos onlines também são responsáveis por causar sedentarismo que é o principal maleficio citado em pesquisas diversas, pelas horas que os jogadores ficam sem movimentar o corpo, onde as chances de atrofia nos músculos aumentam e causam dores generalizadas.

A tecnologia esta ao alcance das mãos e como tudo precisa ser usada com sabedoria. Essa mudança de hábitos em relação ao entretenimento desperta opiniões contrarias. Há quem defenda que a tecnologia está entrando muito cedo na vida das crianças comprometendo o desenvolvimento e experiências que deviriam ter, outros acreditam que tal mudança é positiva, pois o planeta caminha rumo à era digital e é natural que as crianças nascidas nesse tempo acompanhem esse novo formato de realidade.